HQ NO BRASIL
 
  
 
22/10/2012

Samurai X: JBC divulga capa de Rurouni Kenshin

A Editora JBC divulgou na 19ª Fest Comix, evento que aconteceu neste último final de semana em São Paulo, a capa da primeira edição de Rurouni Kenshin, o relançamento do mangá Samurai X agora com seu nome original

Com lançamento previsto para novembro, o Samurai com cicatriz em forma de cruz (que alguns confundem com um X) ganha uma nova edição pela JBC 11 anos depois sair pela primeira vez no país. Sakuraque também ganhou relançamento recentemente - e Kenshin foram os primeiros mangás lançados pela Editora JBC, em 2001. Naquela época os volumes originais japoneses eram divididos em duas edições cada um e muitas adaptações da tradução seguiam os nomes usados no anime. Com isso, ele acabou com o nome pelo qual a série era conhecida na TV e teve 56 edições, sendo um dos mangás de maior sucesso de público e vendas do país, chegando ao seu final em 2003. 

Atendendo a vários pedidos dos fãs e leitores, todo o texto foi revisado, readaptando algumas expressões e retraduzindo outras. Além das edições brasileiras serem agora em formato tankobon e em papel off-set, uma determinação do licenciador japonês veio ao encontro da expectativa de muitos leitores que foi de relançar o mangá com seu nome original. 

Rurouni Kenshin foi lançado originalmente entre 1994 e 1999 na revista Shukan Shonen Jump. Encadernado em 28 tankobons, a obra do autor Nobuhiro Watsuki fez muito sucesso no Japão, onde vendeu mais de 47 milhões de cópias. Adaptado para a TV, tornou-se o anime preferido de muitos fãs.

Cada edição brasileira terá cerca de 200 páginas. O preço ainda não foi divulgado.

O mangá original foi escrito e desenhado por Nobuhiro Watsuki, narrando a história de Kenshin Himura, um samurai que, aos 14 anos, integrou o exército monarquista para lutar contra o Xogunato em um dos períodos mais conturbados da História do Japão. Por causa de sua enorme habilidade com a espada e frieza no campo de batalha, ele ficou conhecido como "Battousai, o Retalhador". Terminado o conflito, Kenshin jura nunca mais tirar uma vida e desaparece, tornando-se um andarilho. Dez anos depois, o ex-Retalhador conhece Kaoru Kamiya, uma jovem donzela que é mestra substituta do dojo de sua família. A partir daí, Kenshin troca suas andanças pelo Japão da Era Meiji pela vida ao lado de seus novos amigos – que, além de Kaoru, também incluem Yahiko e Sanosuke. Além de uma série animada, o personagem ganhou recentemente um longa-metragem com produção da Warner Bros. e Silver Swan Studios.

A JBC é a única editora do Brasil especializada em assuntos japoneses, considerada a maior editora de mangás em nosso país. Foi criada em Tóquio, em 1992, onde lança publicações em português para o público nipo-brasileiro que trabalha lá. Em 2001, lançou seu primeiro mangá no Brasil, 
Samurai X.

Veja mais sobre Samurai X

Veja mais sobre a Editora JBC

Veja mais sobre mangás


  facebook

 

 



 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil