MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
29/04/2014
REVIEW - TOY: TRANSFORMERS GENERATIONS VOYAGER - DOUBLEDEALER
 
 
Doubledealer
 
 
 
 
 
 
 
 
 


Como parte das comemorações dos 30 anos de Transformers, diversas linhas de action figures foram lançadas, dentre elas Transformers Generations Voyager, coleção bem detalhada, do tipo que acerta em cheio os fãs mais devotos, afinal reúne figuras das muitas versões dos personagens, “passeando” pela história da mitologia dos robôs gigantes.

Aqui vamos analisar a figura de Doubledealer. Mas, antes, um pouco de história: este é um dos personagens mais únicos da franquia. Embora costume ser classificado como um decepticon, principalmente nas embalagens dos brinquedos, Doubledealer é na verdade um dos poucos personagens deste universo a não ter realmente uma facção. Ele é um mercenário que transita livremente entre os Autobots e Decepticons, conforme for mais vantajoso para ele, em algumas versões até mesmo assumindo duas facetas, Double e Dealer.

O personagem foi criado na série animada original dos Transformers, onde se transformava tanto em um pássaro quanto num veículo lançador de mísseis ICBM.  Desde então, esteve nos quadrinhos da Marvel Comics e IDW Publishing e na série japonesa Transformers: Super-God Masterforce, onde foi levemente modificado e rebatizado como Clouder. Sua action figure original, lançada em 1988, foi uma das mais populares da linha, justamente por ter duas formas alternativas.

A action figure da linha Transformers Generations Voyager é uma versão modernizada do personagem, com duas formas alternativas: um jato e um tanque. Ressaltando a dualidade do personagem, a forma robô não apresenta nenhum emblema, enquanto a forma jato tem o emblema decepticon e a forma tanque o dos Autobots. A figura vem ainda com uma arma de fogo e uma espada.

O visual da figura em sua forma robótica é muito bonito, com especial atenção à pintura, sem falhas. As articulações permitem as mais variadas poses. Já as formas jato e tanque seguem a linha tradicional dos Transformers, com visuais não tão trabalhados, afinal a forma principal é a robótica, o que não permite que as formas alternativas sejam convincentes. Ainda assim, o bico personalizado dá um charme especial à forma jato.

A transformação é intermediária, nem tão fácil, mas também não tão difícil, um pouco mais talvez se você for tão descoordenado quanto este que vos escreve. O fato é que o “manual” de transformação não ajuda muito se a pessoa não tiver um pouco de jeito para a coisa.

Clique aqui para conferir uma galeria de imagens da figura, em todas suas formas.

Lembrando que a figura chegou em abril nas lojas brasileiras, lançada pela Hasbro, com preço variando entre R$ 139,99 e R$ 159,99.

Veja também:
- Notícias diversas sobre os Transformers
- Outros reviews e matérias

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil