MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
29/04/2014
REVIEW - DVD: INIMIGOS DE SANGUE
 
 
Inimigos de Sangue
 
 
 
 
 
 
 
 


Inimigos de Sangue (Welcome to the Punch) é um filme britânico que conta a história do detetive Max Lewinsky (James McAvoy), que é baleado na perna pelo criminoso islandês Jacob Sternwood (Mark Strong) ao perseguir uma quadrilha. Tempos depois, Sternwood, agora redimido e afastado da vida do crime, recebe um telefonema do filho dizendo que foi baleado e que está bastante encrencado. O serviço de inteligência londrino rastreia a última ligação feita pelo rapaz e descobre sua ligação com o ex-criminoso, que se apressa em fugir de sua casa ao prever uma emboscada.

Sternwood, profissional e sorrateiro que só ele, vai ao encontro do filho, despistando os policiais e agentes. Mas chega atrasado e encontra o filho já morto. A princípio, ele pensa que o responsável pela morte do filho é o agente Lewinsky, e ambos passam a nutrir desejo de vingança um pelo outro. E aí surge uma estranha relação de respeito entre os dois, já que Sternwood salva a vida de Lewinsky pela segunda vez até então.

Há início a uma aliança improvável quando Sara Hawks (Andrea Riseborough), parceira e affair de Lewinsky, é misteriosamente assassinada por alguém que tenta incriminar Lewinsky. O detetive e o ex-criminoso começam a perceber que o buraco fica bem mais embaixo e que pode haver uma grande conspiração que envolve ambos.

O diretor inglês Eran Creevy conseguiu produzir um filme visualmente muito bonito, com imagens contrastadas com forte acento nos tons de azul e verde, o que chega a conferir uma aura de ficção científica retrô no início. Esse cuidado estético todo não costuma ocorrer em thrillers policiais (a exceção de alguns clássicos, como Seven: Os Sete Pecados Capitais), o que já confere um ponto positivo a Inimigos de Sangue.

Mas nem tudo são flores. Alguns fortes deslizes são cometidos, com cenas pouco críveis que, em alguns momentos, nos remetem aos costumeiros filmes policiais de quinta categoria, como a cena em que Lewinsky, Sternwood e outro sujeito ameaçam com uma arma a avó de um assassino. Até aí, tudo bem, já que a cena ficou interessante. O problema é o tiroteio que se segue dentro de uma sala com menos de dez metros quadrados, numa tomada absolutamente forçada que faz de tudo para parecer uma cena de tiroteio em campo aberto, com o típico slow motion para conferir dramaticidade. Dificílimo de engolir. Além disso, há também algumas cenas de tiroteio (desta vez em lugares mais amplos) que deixariam Charles Bronson com inveja, já que os protagonistas nunca levam um tirinho sequer e parecem desviar de balas.

O roteiro, que também é assinado por Creevy, não é de todo ruim, mas também está longe de ter a capacidade de transformar o filme em um novo clássico. Algumas reviravoltas interessantes aparecem e conferem novo fôlego ao longa, mas o final decepciona um pouco pela previsibilidade.

Outro incômodo é a atuação de James McAvoy, com suas inúmeras caras e bocas para conferir ao personagem uma cara de policial durão, sabe-tudo e sedutor que cairia muito bem em uma novela das seis. De resto, o filme até que vale algumas horinhas de atenção. Não mais do que isso.

Elenco: James McAvoy, Mark Strong, Andrea Riseborough, Johnny Harris, Daniel Mays, David Morrissey, Peter Mullan, Natasha Little. Roteiro e direção: Eran Creevy.

Veja também:
- Galeria de imagens do filme
- Notícias, vídeos e notas de produção de Inimigo de Sangue
- Outros reviews e matérias

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil