MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
18/07/2014
REVIEW - CINEMA: O TEOREMA ZERO
 
 
O Teorema Zero
 
 
 
 
 
 
 
 


Terry Gilliam nunca foi de fazer filmes fáceis. E em diversos sentidos. Alguns de seus filmes nos forçam a pensar, refletir, o que costuma render elogios dos críticos e bilheterias pífias, afinal, grande parte do público hoje em dia parece ter preguiça em usar o cérebro. Outras obras do diretor vão por um caminho mais triste e direto: são simplesmente viajantes demais, se perdendo no caminho.

O Teorema Zero (The Zero Theorem) consegue trilhar esses dois caminhos. Christoph Waltz interpreta Qohen Leth, um deprimido hacker que trabalha para uma enorme corporação que parece controlar tudo. O mais recente trabalho atribuído a Leth é o teorema que batiza o filme, considerado impossível de se provar. Em pouco tempo, Leth se afunda no projeto, o que intensifica ainda mais sua depressão.

Como é hábito nas obras de Gilliam, o visual de O Teorema Zero é impressionante, intencionalmente representando o caos da sociedade. Waltz mais uma vez se prova um ator incrível, levando praticamente todo o filme nas costas.

O longa segue bem quase até o final, nos fazendo realmente pensar nos problemas de Qohen, problemas esses vividos em escala menor por praticamente todo mundo. Seus sentimentos são o cerne do filme, representados por sua enorme solidão, refletida nos poucos relacionamentos que acaba desenvolvendo, no caso o romance com a sedutora Bainsley (Mélanie Thierry), a amizade fora do comum com seu supervisor Joby (David Thewlis) e a quase paternidade que tem com Bob (Lucas Hedges).

Tudo isso constrói um filme profundo e reflexivo, mas todos esses elementos não conseguem compensar o final abrupto e exageradamente viajante, que afunda uma obra que tinha tudo para ser marcante.

Elenco: Christoph Waltz, Mélanie Thierry, David Thewlis, Tilda Swinton, Matt Damon, Lucas Hedges, Peter Stormare, Ben Whishaw. Roteiro: Pat Rushin. Direção: Terry Gilliam.

Veja também:
- Notícias, vídeos e notas de produção de O Teorema Zero
Outros reviews e matérias

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil