MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
27/02/2015
REVIEW - HQ: MULHER-HULK - MULHER SOLTEIRA PROCURA
 
 
Mulher-Hulk - Mulher Solteira Procura
 
 
 
 
 
 
 
 


A Mulher-Hulk pode não ser a figura feminina mais importante e popular da Marvel, mas certamente está entre as mais divertidas e carismáticas. Isso porque ela não tem papas na língua, solta o verbo quando necessário, não tem pudores em ser livre e desimpedida, é um mulherão com mais de 1,80 m de altura e, ainda por cima, é uma advogada perspicaz e inteligente, ao contrário do primo, que, quando verde e imenso, não passa de uma montanha de músculos com intelecto inversamente proporcional.

A Mulher-Hulk é bastante recente em comparação a muitos personagens da Marvel. Ela surgiu em 1980, já com sua revista própria, The Savage She-Hulk, criada por uma dupla de peso: roteiro de Stan Lee e desenhos de John Buscema. Jennifer Susan Walters foi vítima de um atentado e precisou de uma transfusão de sangue. Como ela corria sério risco de morte e seu primo estava acompanhando toda a situação, Bruce Banner se ofereceu para uma transfusão de sangue, mesmo sabendo dos riscos por conta da radiação gama latente em seu organismo. Jennifer ficou viva, mas descobriu que podia se transformar numa gigantona verde assim como seu parente. Porém, com grandes vantagens: ela controla os momentos de sua transformação e mantém sua personalidade e consciência inalteradas, sem se tornar uma brutamontes tapada com sede por esmagar tudo o que vê pela frente. Surgiu, assim, uma personagem de imenso potencial, com inteligência, carisma, sex appeal e conhecimento de leis. Com tantos atributos, não é à toa que fez parte do Quarteto Fantástico e dos Vingadores.

Sua melhor fase, para muitos leitores, foi sob os cuidados de John Byrne, que a deixou ainda mais imponente, apesar de um tanto destrambelhada, o que conferia alto teor de humor às suas histórias. E como a fórmula deu certo, a comicidade foi elevada a um nível pouco visto em revistas da Marvel, a não ser em revistas do Howard, o Pato, o personagem mais fora da caixa da editora. A coisa evoluiu para piadas metalinguísticas, com constantes quebras da quarta parede, nas quais o autor desnuda que sua ficção se trata de, no caso, uma história em quadrinhos. Um dos mais memoráveis exemplos foi a cena em que a Mulher-Hulk “rasgava” a página da revista para dar um bronca em Byrne. A ousadia foi tamanha que o público que costumava ler a revista não era o mesmo que acompanhava as demais publicações da Casa das Ideias, devido à abordagem visivelmente diferenciada para uma revista de super-heróis.

Em Mulher Solteira Procura, o humor não chegou a ser tão extrapolado, porém, ainda é presente, principalmente nas falas e atitudes da personagem. Dan Slott, o roteirista, enfatizou o lado jurídico da heroína, e a pancadaria ficou para segundo plano. Tanto que Jennifer até comenta que estava com saudade da ação na sexta edição que compõe este encadernado. Vemos um novo aspecto da mulher que deixa um pouco de lado os seus superpoderes para agir como advogada numa agência especializada na defesa de super-heróis.

Os desenhos de Juan Bobillo e Paul Pelletier não fazem feio e têm grandes momentos, com exceção daqueles em que aparecem o personagem Coisa. Impressionante como ele ficou ainda mais desfigurado e quase irreconhecível, dando a impressão de ter sido desenhado por um amador. De resto, a HQ tem originalidade e prende o leitor, ainda que formada por histórias isoladas em cada edição ao invés de um arco completo, como é mais comum nesta coleção de graphic novels da Marvel.

Mulher-Hulk – Mulher Solteira Procura (Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel Vol. 35) - 144 páginas - formato 17 x 26 cm - R$ 32,90 - lançado em janeiro de 2015 – Editora Salvat do Brasil (coleção prevista para ter 60 volumes).

Veja também:
- Notícias diversas sobre a Mulher-Hulk
- Outros reviews e matérias

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil