MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
13/04/2015
REVIEW - CINEMA: VELOZES E FURIOSOS 7
 
 
Velozes e Furiosos 7
 
 
 
 
 
 
 
 


Quando assistimos a filmes de super-heróis, por mais que eles tentem se mostrar realistas, sabemos que temos de deixar de lado justamente a realidade, pois aqueles são seres de poder elevado, ética inabalável, invencíveis. Já a franquia Velozes & Furiosos, apontava o contrário: seus personagens são foras da lei humanos, numa mistura de filme policial pra lá de comum com filme de corrida ainda mais clichê.

Mas algo aconteceu no decorrer da franquia. Os personagens carismáticos conquistaram o público e a cada novo capitulo, tudo foi ficando mais e mais exagerado, ao ponto de uma aventura de James Bond parecer mais realista do que uma de Velozes & Furiosos. Cada longa se tornou mais divertido do que o anterior.

E o ápice é Velozes & Furiosos 7 (Furious 7). Desta vez Dom (Vin Diesel), Brian (Paul Walker em seu último papel) e o resto do grupo precisam encarar Deckard Shaw (Jason Statham), o vilão mais durão da franquia até agora, que quer matá-los por conta dos acontecimentos do filme anterior, onde o bandido da vez foi o irmão de Deckard, Owen (Luke Evans).

Novamente a ação e o drama ficam mais concentrados em Dom e Brian, com os demais personagens sendo pouco desenvolvidos, com exceção de Letty (Michelle Rodriguez) e Hobbs (Dwayne Johnson), a primeira por ser importante para a trama e o segundo pela óbvia popularidade do ator.

Retornando à comparação com 007, é inegável que a franquia deixou de ser simplesmente sobre perseguições de carro. Elas, é claro, permanecem como parte importante do enredo, mas a ação continua a aumentar, a ficar mais divertida e exagerada, lembrando muito as façanhas mais absurdas de Bond, ainda mais com as viagens pelo globo que se tornaram comuns desde a visita ao Brasil.

E ação é o que não falta em Velozes & Furiosos 7. Seja em cenários mais tradicionais da saga, ou com carros literalmente caindo do céu, existe pouco tempo para respirar, com os invencíveis heróis e vilões se batendo, trocando tiros, correndo e nunca saindo com um arranhão. Por mais empolgante que isso seja, é irônico ver tanta invencibilidade numa trama que começa com a morte de um dos mocinhos.

Falando em morte, o único ponto fraco é a pieguice da "despedida" de Paul Walker. Se por um lado a recriação digital do ator tenha sido impecável, por outro a "cena homenagem" a ele se prolongou demais, perdendo muito de seu efeito.

Fora isso, Velozes & Furiosos 7 segue o dinamismo que permeou quase toda a franquia, sempre aumentando os desafios e os absurdos, diversão garantida, com dois bons acréscimos ao elenco: o já citado Statham, que aparece do nada para detonar tudo sem grandes explicações, agindo como um androide de O Exterminador do Futuro; e um novo aliado na forma do veterano Kurt Russell, desempenhando um papel simpático na pele de um misterioso agente do governo.

Elenco: Vin Diesel, Paul Walker, Tyrese Gibson, Michelle Rodriguez, Ludacris, Dwayne Johnson, Jordana Brewster, Sung Kang, Jason Statham, Kurt Russell. Direção: James Wan.

Veja também:
- Galeria de imagens do filme
- Notícias, vídeos e notas de produção de Velozes e Furiosos 7
- Outros reviews e matérias

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil