MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
30/04/2015
REVIEW - HQ: BATMAN - XAMÃ
 
 
Batman - Xamã
 
 
 
 
 
 
 
 


Em 1991, a Editora Abril lançou no Brasil a minissérie Um Conto de Batman: Shaman, a primeira de uma longa sequência de contos do homem-morcego que marcaram época. Como explicado na útil introdução do relançamento pela Panini Comics, Batman: Xamã, Um Conto de Batman foi na verdade a revista mensal americana Batman: Legends of the Dark Knight, uma aposta acertada da DC Comics, um novo título do herói explorando seu passado, suas origens, aproveitando a Batmania mundial que foi criada com a adaptação para os cinemas de 1989.

Xamã não só foi o primeiro destes contos, como até hoje é um dos melhores. E motivos não faltam para isso, a começar pela escalação da equipe criativa. No roteiro está o batveterano Dennis O´Neil, enquanto os desenhos são de Edward Hannigan, com arte-final de John Beatty. A arte de Hannigan, verdade seja dita, não é do tipo "comercial". Longe disso, quem comprou Xamã com certeza não o fez pela arte, a não ser que seja pelas belas capas, pintadas por George Pratt sobre o láris de Hannigan. Ainda assim, o artista tem dinâmica e storytelling de sobra para compensar a falta de "beleza" em seu traço. Sua arte, combinada às cores de Richmond Lewis, imediatamente nos remetem a Batman Ano Um.

E esse é outro ponto forte de Xamã, pois a trama começa entrecortada por acontecimentos do Ano UmLegends of the Dark Knight realmente começou como um tipo de "herdeiro espiritual" do Ano Um, prosseguindo com a ideia de mostrar o início do Batman. Para isso, Xamã mostra um pouco mais de seu treinamento, desembocando numa trama mais de detetive do que de super-herói, bem urbana, envolvendo misticismo indígena, cultos e até alguns elementos que serviram de base para outro conto escrito por O´Neil: Veneno.

Provando que por vezes a jornada é mais importante do que a chegada, a história é muito bem desenvolvida, principalmente por mostrar um Bruce Wayne ainda muito falho, bem distante do Batman invencível que todos admiram. Porém, o clímax é um tanto bobo, sem impacto. Talvez a intenção realmente fosse essa, afinal estes são os primeiros passos da lenda de Gotham, nada mais poético do que casos mais realistas, ainda distantes do clima épico que Batman quase sempre carrega consigo.

Batman: Xamã - 140 páginas - formato americano - R$ 14,90 - lançado em fevereiro de 2014 –Panini Comics.

Veja também:
- Notícias diversas sobre o Batman
- Outros reviews e matérias

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil