MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
06/08/2015
REVIEW - HQ: HOMEM-FORMIGA - MUNDO PEQUENO
 
 
Homem-Formiga - Mundo Pequeno
 
 
 
 
 
 
 
 


Os profissionais da indústria de quadrinhos sempre afirmam que adaptações para os cinemas até geram aumento de vendas, mas por um curto período. Ainda assim, alguns personagens só têm material lançado nestes momentos, caso do Homem-Formiga.

Um tanto atrasado para a estreia do filme, Homem-Formiga: Mundo Pequeno reúne histórias de três encarnações do herói, um ótimo meio de dar uma geral no legado do personagem, que é bem vasto, independente da falta de destaque que ele quase sempre teve.

A história que abre o volume é Mundo Pequeno, publicada originalmente nas três edições da minissérie Ant-Man & Wasp, com roteiro e arte de Tim Seeley e arte-final de Victor Olazaba. Na trama, Hank Pym, nesta época agindo como Vespa, precisa se unir ao terceiro Homem-Formiga, Eric O´Grady para deter um plano da IMA.

Como toda aventura que tem O´Grady em papel de destaque, o humor funciona muito bem. Seeley manda bem na arte com sua simplicidade, e é a primeira pessoa desde o criador deste Homem-Formiga, Robert Kirkman, a escrevê-lo com o devido equilíbrio entre a canalhice e a possível redenção, pela primeira vez traçando um paralelo com Pym e aproximando os dois personagens.

Depois é a vez de O Homem no Formigueiro! e O Retorno do Homem-Formiga, escritas por Stan Lee e Larry Lieber, desenhadas por Jack Kirby e arte-finalizadas por Dick Ayers. A primeira conta a origem de Pym e a segunda mostra como ele assumiu a identidade de Homem-Formiga, publicadas originalmente em Tales to Astonish #27 e 35.

O interessante é notar como Pym não surgiu como um super-herói, mas apenas como uma aventura de ficção científica qualquer, para só em sua segunda aparição, já com diversas mudanças até repentinas demais, adotar seu codinome e uniforme.

A sessão nostalgia continua com Homem-Formiga e a Vespa Contra "a Criatura de Kosmos!", onde surge a Vespa, parceira e interesse romântico de Pym, que ganha mais profundidade com sua vida pessoal revelada. É a história mais fraca da edição, daquelas bem bobinhas do período. Argumento de Stan Lee, roteiro de H.E. Huntley, arte de Jack Kirby e arte-final de Don Heck. Publicada originalmente em Tales to Astonish #44.

Scott Lang, a estrela do filme, só está presente nas duas últimas histórias, que contam sua origem: Estreia Conturbada! e O Preço de um Coração!, escritas por David Michelinie e desenhadas por John Byrne e Bob Layton, publicadas originalmente em Marvel Premiere #47 e 48.

De uma fase em que os quadrinhos começavam a transitar da ingenuidade para o conteúdo mais elaborado, a origem de Lang ainda tem elementos que hoje em dia soam bobos: Lang aprende quase que instantaneamente a usar seus poderes, enquanto Pym, como Jaqueta Amarela, aceita numa boa ser roubado e ainda dá seu aval sorrindo para o ladrão.

Ao mesmo tempo tem boa ação, um uso inteligente das habilidades do Homem-Formiga e estabelece as principais características que diferenciam Lang da maioria dos super-heróis, como seu amor pela filha Cassie e seu passado criminoso. É curioso perceber que outro elemento chave da vida de Lang ainda não existia, sua ex-esposa. Nesta origem, Cassie ficava aos cuidados da irmã de Scott.

Homem-Formiga: Mundo Pequeno é uma edição com uma boa média de histórias divertidas e descompromissadas, porém, faz muita falta alguns textos explicativos para situar o leitor que não sabe nada sobre Hank Pym e companhia. Neste sentido, a história Mundo Pequeno também se encaixaria melhor ao final da edição, para seguir os acontecimentos cronológicos.

Homem-Formiga: Mundo Pequeno  - 148 páginas - formato americano - R$ 18,90 - lançado em julho de 2015 - Panini Comics.

Leonardo Vicente Di Sessa é jornalista e crítico de tudo relacionado à cultura pop. Além de colaborar com o HQ Maniacs, mantém também o Fala Animal! - http://fala-animal.blogspot.com.br -, blog sobre quadrinhos, cinema e seriados.

Veja também:
- Notícias diversas sobre o Homem-Formiga
- Outros reviews e matérias

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil