MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
06/08/2015
REVIEW - CINEMA: PIXELS
 
 
Pixels
 
 
 
 
 
 
 
 


A maioria dos críticos não vê Adam Sandler com bons olhos na maioria de seus trabalhos. Por vezes ele até se arrisca em filmes mais experimentais, com bons resultados. Mas suas comédias costumam ser bobas por demais. Talvez não seja coincidência que duas das melhores delas, Como Se Fosse a Primeira Vez e Tratamento de Choque, tenham outras estrelas com o mesmo destaque que ele. O público, por outro lado, parece não ligar para nenhum desses detalhes.

Dito isso, Pixels, que parte de uma ideia extremamente boba, em nenhum momento esconde sua simplicidade. Pelo contrário, a abraça e por isso acaba sendo muito divertido, ainda que nada marcante. Um filme perfeito para a antiga Sessão da Tarde.

Sandler interpreta Brenner, um nerd técnico que teve seu auge ainda garoto, quando era um dos maiores gamers do mundo, na década de 1980. Desde a infância seu melhor amigo foi Cooper (Kevin James), que se tornou Presidente dos Estados Unidos. Agora, Brenner tem a chance de provar que é mais do que um simples nerd, pois a Terra está sendo invadida por alienígenas que interpretaram mal os games de outrora, nos atacando usando os personagens destes jogos.

Só Brenner tem a chance de vencer, aliando-se ao maníaco por conspirações Ludlow (Josh Gad); o gamer que o venceu no passado, Eddie (Peter Dinklage) e a linda cientista militar Violet (Michelle Monaghan). Outros atores fazem participações menores, como Dan Aykroyd, Brian Cox e Sean Bean.

A força de Pixels está na nostalgia. E não apenas nos games antigos, embora seja divertido reconhecer alguns jogos da nossa infância. Esse efeito nostálgico é ampliado pela trilha sonora e pelas figuras políticas e da cultura pop que servem de "avatares" para os invasores.

Os efeitos são até simples, o que se encaixa no contexto de jogos pixelizados, mas funcionam. O humor está no meio termo entre o bobo (em raras cenas até chato) e o realmente engraçado, mas a média é boa.

Ninguém no elenco se sobressai para valer, mas há um desperdício enorme de Dinklage, um ótimo ator que basicamente não é desenvolvido em momento algum, parecendo perdido no meio de tantos comediantes, mesmo que antes do sucesso de Game of Thrones ele mesmo tenha feito diversas comédias.

Elenco: Adam Sandler, Michelle Monaghan, Kevin James, Josh Gad, Peter Dinklage, Brian Cox, Sean Bean. Direção: Chris Columbus.

Leonardo Vicente Di Sessa é jornalista e crítico de tudo relacionado à cultura pop. Além de colaborar com o HQ Maniacs, mantém também o Fala Animal! - http://fala-animal.blogspot.com.br -, blog sobre quadrinhos, cinema e seriados.

Veja também:
- Galeria de imagens do filme
- Notícias, vídeos e notas de produção de Pixels
- Outros reviews e matérias

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil