MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
09/02/2004
ENTREVISTA: BRIAN AZZARELLO
Por: x
 
 
O Superman de Azzarello e Jim Lee
 
 
A premiada série 100 Balas
 
 
Superman
 
 
Sargento Rock, com Joe Kubert
 
 
 
-
 
 
 
 


BRIAN AZZARELLO, considerado um dos melhores escritores da atual geração e que estreará, juntamente com o desenhista Jim Lee, em abril na edição #204 de SUPERMAN, cedeu ao HQ MANIACS uma entrevista onde fala sobre sua carreira, suas influências, sobre seus planos para o Homem de Aço e várias opiniões sobre seu trabalho. Essa é a primeira entrevista onde os usuários do FÓRUM HQM ajudaram com as perguntas, e dependendo de nós, não será a última. Ficam registrados nossos agradecimentos a todos que colaboraram. Com vocês, Brian Azzarello!!!

HQM: O ASSUNTO DO MOMENTO: SUPERMAN. O QUE VOCÊ PODE FALAR SOBRE ESTE ENORME DESAFIO? BRIAN AZZARELLO: Superman é um ícone, um personagem majestoso que merece o respeito de todos os leitores do planeta. Ele é o símbolo perfeito do herói de HQs e é uma honra ser o criador das histórias dele. Ainda assim, é um personagem que foi muito judiado e trucidado com o passar dos anos. A fase que atravessa é ridícula e sem novidade alguma para o público. Pretendemos mudar isso. HQM: POR QUE SUPERMAN? DENTRE TANTAS OFERTAS QUE VOCÊ DEVE TER RECEBIDO, POR QUE PEGAR UM PERSONAGEM QUE ANDA CAINDO CADA VEZ MAIS? AZZARELLO: Por todas essas razões que você citou. Por ser uma tarefa considerada por muitos como impossível. Tenho certeza que posso levantar o personagem com uma pequena coisa chamada inteligência, que infelizmente, nos últimos anos, acabou não passando nem perto do título. HQM: JIM LEE. ACHA QUE ELE É O HOMEM CERTO E TEM O QUE É NECESSÁRIO PARA COLOCAR SUAS IDÉIAS EM FORMA DE ARTE? CONSEGUE PENSAR EM ALGUÉM MELHOR? AZZARELLO: Conheço o trabalho dele de tempos. Acho que ele é um homem com um talento e uma fama conhecida no mundo todo, então, diria que sim. Agora, se consigo pensar em alguém melhor? Fica meio difícil responder essa. Existem inúmeros desenhistas que admiro e que também seriam capazes de realizar um excelente trabalho. HQM: QUAIS SÃO AS SUAS PRINCIPAIS INFLUÊNCIAS? AZZARELLO: São tantas, vamos ver: Frank Miller, Jack Kirby, Chris Claremont, Kurt Busiek... entre outros. Existem outros da minha geração que admiro e acompanho com grande interesse, como Garth Ennis, Brian Michael Bendis e Geoff Johns, enfim, e tantos outros. HQM: QUAL FASE DE QUALQUER PERSONAGEM COM O QUAL TENHA TRABALHADO QUE MAIS O AGRADOU? AZZARELLO: Todas. Se a gente não tiver orgulho do próprio trabalho, quem vai ter? HQM: QUAL O SEU MELHOR TRABALHO? AZZARELLO: Ainda mantendo a política de que amo e considero todos, o meu melhor trabalho... tendo de escolher um... eu diria 100 BALAS. Um pouco porque eu não esperava o sucesso que ocorreu e que ainda continua acontecendo. HQM: O QUE VOCÊ PODE NOS FALAR DE 100 BALAS, O SEU TRABALHO MAIS CONHECIDO? AZZARELLO: São histórias voltadas para um público mais adulto e com maturidade para saber ler e entender o andamento das histórias. Eu considero, como disse antes, o meu melhor trabalho por enquanto. Espero que continue acertando a mão nele. HQM: COM QUAL DESENHISTA VOCÊ GOSTARIA DE TRABALHAR? AZZARELLO: Com os melhores. Sempre com os melhores, para buscar uma sintonia perfeita entre a escrita e a arte. Desse jeito, todos os envolvidos conseguem o que mais importa: o respeito e admiração do público. HQM: SE VOCÊ PUDESSE RECONTAR A ORIGEM DE ALGUM PERSONAGEM, ASSIM COMO MARK WAID FEZ COM O SUPERMAN EM BIRTHRIGHT, QUAL VOCÊ ESCOLHERIA? E PRINCIPALMENTE, O QUE MUDARIA NELE? AZZARELLO: Todo personagem consagrado e popular é complicado de se mexer, mas acho que, a título de "O que aconteceria se", gostaria de brincar um pouco com o Flash, com o Lanterna Verde, Justiceiro, Demolidor, Capitão América e Lex Luthor. Este último... aguardem! HQM: LEX LUTHOR? AZZARELLO: Então, como eu devo ter dito antes em outras ocasiões, tenho carta branca da DC para mexer com o SUPERMAN. Todos sabem que essas cartas brancas geralmente são acizentadas ou têm algumas manchas, mas ainda assim, é uma carta branca. Portanto, vou inserir algumas de minhas idéias nos personagens... inclusive em Luthor, que admiro e gosto muito. Falar mais do que isso é dar o que já escrevi, querem? (risos). HQM: E AQUELE TRABALHO QUE NÃO SAIU COMO VOCÊ ESPERAVA? ALGUM ARREPENDIMENTO? AZZARELLO: Não, de forma alguma. Tudo o que fiz e tudo que ainda farei, é feito no meu máximo e com toda minha vida voltada para o mesmo. Lógico que recebi críticas negativas e positivas em tudo que fiz, mas o importante é saber tirar o melhor do pior. HQM: QUAIS TÍTULOS VOCÊ ANDA LENDO ATUALMENTE? AZZARELLO: Todos que acabam caindo na minha mão, não só pelo prazer, que é enorme, mas como pesquisa e para me manter atualizado na cabeça de todos os outros escritores. HQM: ALGUMA VEZ OCORREU ALGUM FATO ENGRAÇADO QUE LHE CAUSOU EMBARAÇO EM CONVENÇÕES OU ENCONTROS DE FÁS? AZZARELLO: Não tanto comigo, mas para o garoto que falou. Foi em San Diego, um grupo de leitores estava reunido conversando sobre HQs e eu acabei entrando no meio. Alguns me reconheceram, outros sabiam o que eu tinha feito, mas não sabiam minha cara. Nisso, um garoto chegou, devia ter uns 15 anos no máximo, criticando SGT. ROCK, mas quando eu digo criticando, digo no sentido de amaldiçoar mesmo. Todos no grupo ficaram de boca aberta esperando uma reação minha. Após o discurso do garoto me apresentei e ele imediatamente ficou muito vermelho e embaraçado pelo que estava dizendo. HQM: EXISTEM VÁRIAS PESSOAS QUE ASPIRAM UM DIA CONSEGUIR ESCREVER HISTÓRIAS PARA GRANDES EDITORAS COMO A MARVEL E A DC. NO BRASIL E NO MUNDO, EXISTEM VÁRIOS ESCRITORES QUE SE ENCAIXAM NESTA REALIDADE E DESEJAM INGRESSAR NESTA CARREIRA. O QUE VOCÊ PODE NOS DIZER SOBRE ESTA SITUAÇÃO? ACHA DIFÍCIL UM ESTRANGEIRO CONSEGUIR UMA CHANCE NO MERCADO? AZZARELLO: Acredito que conhecimento total na língua inglesa é fundamental, assim como talento para a coisa. Não acredito que seja tão mais difícil para um estrangeiro conseguir escrever títulos famosos mundialmente. Acho apenas que esbarram na questão da língua e na questão de tradição... que infelizmente, se tratando de outros países, é quase zero quando se fala sobre HQs. HQM: EXISTE ALGUM PROJETO PRÓPRIO QUE PODEMOS VER PUBLICADO EM BREVE? AZZARELLO: Quem sabe? Tenho algumas criações, de sagas com personagens Marvel e DC até criações minhas, mas ainda sou muito novo e tenho tempo, prefiro curtir a boa fase e aprender cada vez mais como alegrar e impressionar os leitores.
  facebook


 
Tags :



 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil