MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
29/11/2004
MATÉRIA: ASA NOTURNA - PARTE 3
 
 
Nightwing #33
 
 
Nightwing #37
 
 
Nightwing #65
 
 
Nightwing #67
 
 
Nightwing #40
 
 
Nightwing #44
 
 
Nightwing #47
 
 
Nightwing #49
 
Confira o final da matéria do Asa Noturna, mostrando o que rolou entre as edições #33 a 70 do título NIGHTWING, incluindo comentários das edições publicadas pela Abril e pela Panini. “Acts of Violence” (NIGHTWING #33) começa com algumas lembranças de Dick dos seus dias como Robin, onde o Homem-Morcego o ensinou a usar armas de fogo. De volta à academia, o instrutor de Dick fica impressionado com a sua habilidade em manejar armas de fogo. No refeitório ele acaba conhecendo Marc Arnot, que desperta a sua atenção. Enquanto isso na cobertura de Roland Desmond, o chefão está furioso com os roubos na sua cidade. Ele recruta a ajuda de seus subordinados e ordena a eles que achem os ladrões. À noite, Asa Noturna retoma a sua busca por quem quer que esteja por trás desses roubos. Ele decide buscar informações em um ponto de receptação da cidade e consegue um endereço. Ao chegar no local, Dick descobre um ponto de venda de pedras preciosas através de uma mini-câmera. Enquanto observava a tudo, repentinamente o local é invadido e as pedras são levadas por uma mulher. Asa Noturna decide interceptá-la para poder prendê-la. Uma perseguição nos telhados de Blüdhaven tem início. Quando Dick finalmente consegue alcançá-la, ele recebe um golpe no rosto que o derruba do telhado, descobrindo que a ladra na verdade são duas, ambas acrobatas. Após se recompor, ele liga para o seu amigo Harry, gerente do seu circo, em busca de informações. Dick descobre que as duas gatunas fazem parte de um circo que, por coincidência, está na cidade. Ao chegar no local, Asa Noturna descobre o trailer das garotas e decide fazer o impossível para prendê-las. Simultaneamente, os homens de Desmond também encontram o trailer das gatunas. Dentro do trailer outra luta entre Asa Noturna e as ladras tem início, mas logo é interrompida pelos homens do Arrasa-Quarteirão que vedam todas as saídas e o carregam com Asa Noturna e as acrobatas para Desmond. Um enorme caminhão parte carregando o trailer com Brutale, Stalion e Choque na direção. “Sister Act” (NIGHTWING #34), inicia com Asa Noturna enfrentando as ladras em pleno trailer em movimento. Após muitos socos, golpes e alguns hematomas, Dick consegue conter a fúria das garotas e ter uma conversinha com elas. Fora do trailer, temendo que as garotas acabem com Asa Noturna antes deles, Stalion e Choque decidem se intrometer entre eles. Eles abrem um buraco em cima do trailer e entram. Dentro do lugar eles encontram outro buraco e suspeitam que Asa Noturna e as duas ladras escaparam por ali. Com incrível rapidez, tanto Asa Noturna, como as duas irmãs atacam os dois e escapam pelo buraco feito por eles. O plano de Dick é deter Stalion e Choque enquanto as duas detêm Brutale. Contudo, ao passarem por baixo de uma elevada, elas escapam do caminhão deixando Asa Noturna sozinho para cuidar dos homens de Desmond. Quando Stalion e Choque saem do trailer, outra luta tem início em pleno caminhão em movimento e acima do limite de velocidade. Enquanto Dick nocauteia Stalion, Choque desfere uma rajada de eletricidade contra ele, acertando seu parceiro e prejudicando o funcionamento dos motores do caminhão. Usando de muita habilidade e velocidade, Asa Noturna vence Choque e, junto com Stalion, o joga para fora do caminhão desgovernado. Ao entrar na cabine ele também joga Brutale para fora e assume a direção do veículo a tempo de pular fora e ver o caminhão cair no rio. De volta à cobertura do Arrasa-Quarteirão, o seu médico dá o diagnóstico: o coração do chefão está aumentando de tamanho e vai se partir devido a enorme força que tem que fazer para manter alguém como Desmond vivo. O chefão de Blüdhaven está morrendo. Em outra parte da cidade, Dick retorna ao seu apartamento com um resfriado e todo machucado, e tem uma conversa com Bárbara. Subitamente a transmissão é interrompida por Batman. Ele pede a Dick que venha a Gotham para ajudá-lo e diz também que já convocou Robin. Furioso, Dick tenta argumentar com seu mentor, mas esse corta a comunicação. Pronto!! É a deixa para a participação de Asa Noturna na Terra de Ninguém. :: O herói de Blüdhaven na Terra de Ninguém A participação de Asa Noturna na Terra de Ninguém começou em Nightwing #35 com a história “No ventre da fera”, publicada aqui em Batman Premium #03 (outubro/2000). Nela Batman manda Asa Noturna retomar a prisão Blackgate do Carcereiro, aventura que se estendeu ainda por Nightwing #36 (Batman Premium #04- novembro/2000) e se concluiu em Nightwing #37 (Batman Premium #05-dezembro/2000). Nessa última parte, Dick vence o Carcereiro e devolve o controle da prisão para o Batman. Por fim, em Batman Premium #06 (janeiro/2001), foram publicadas duas Nightwing, os #38 e 39, onde Asa Noturna e Oráculo precisam defender a Torre do Relógio de Petit, ex-aliado do Comissário Gordon, e da sua parceira, a Caçadora. :: NIGHTWING #40: o adeus de Scott McDaniel Geralmente quando um título tem a sua equipe criativa renovada, os últimos números sob responsabilidade do atual escritor, desenhista ou de ambos servem apenas como brincadeira. Isso acontece na maioria dos casos, porque ao entrar uma nova equipe, a direção que o título vem seguindo muda, em algumas vezes drasticamente. Assim não há motivo para que seja criado algo novo, ou iniciada alguma saga já que o título ganhará novos ares. No início de 2000 todos os títulos do Batman, com o término da Terra de Ninguém, ganharam novas equipes criativas e o mesmo aconteceu com Nightwing. Chuck Dixon permaneceria como escritor, podendo consolidar algumas pontas soltas antes da Terra de Ninguém. Entretanto o traço maravilhoso de Scott McDaniel estava se despedindo de Asa Noturna com endereço novo já confirmado: BATMAN. McDaniel criou ao longo de quase três anos e meio, momentos memoráveis ao lado de Chuck Dixon. Na sua despedida de Nightwing, Scott McDaniel e Chuck Dixon criaram uma história que se propôs apenas em ser um exercício de imaginação. Vamos a ela? Libertados da prisão, dois antigos inimigos de John Law, do seu tempo como o vigilante Tarântula, decidem ir atrás do ex-herói em busca de vingança. Asa Noturna se oferece para proteger Law apesar do velho senhor detestar vigilantes que “andam sobre os telhados”. Mais tarde, Jonh Law pega a história descrita acima e a leva para seu editor. Ele a rejeita, dizendo ao ex-vigilante que ele deveria escrever romances que são mais comercializáveis. Jonh não aceita a proposta muito bem... :: A nova fase Terra de Ninguém, mega-saga que durou um ano nos EUA (e aqui no Brasil também!) e que seguiu por todos os bat-títulos, inclusive os dos membros do Batsquad, terminou em dezembro de 99. No início de 2000, Batman iniciava uma nova fase, com novas equipes criativas e o lançamento de uma nova revista mensal, Batman: Gotham Knights (ocupando o lugar de Batman: Shadow of Bat). A sua equipe de apoio também ganharia, além de novos escritores e desenhistas, novos rumos. Robin iniciava uma nova vida em uma nova escola, Azrael ganhava uma nova base de operações e novos desafios e Batgirl estreava título próprio. Asa Noturna também não ficaria de fora de novas mudanças. Chuck Dixon permanecia como o escritor, mas Greg Land (Birds of Prey) assumiria o lugar de Scott Mcdaniel como o desenhista regular. Em “Hero of the City” (NIGHTWING #41), Asa Noturna retoma a sua vida em Blüdhaven tanto no combate ao crime como nos estudos da academia de polícia. Enquanto Dick conclui o seu treinamento na academia e se torna um policial, Tad Ryerstad, vulgo o “Nite-Wing”, faz uma investida furiosa contra os negócios do Arrasa-Quarteirão. Ele atrapalha uma negociação de Rick Noone, um dos homens de Desmond. Durante a sua formatura, Dick recebe a visita de Bridget Clancy. A garota também tem novidades: a Waynetech lhe ofereceu uma bolsa para ela cursar Medicina. No final da história se descobre que Ryerstad está trabalhando com informações dadas pelo Chefe Redhorn. “Tonight’s the Night” (NIGHTWING #42) inicia com uma festa de formatura para Dick no Hogan’s. Hogan, Bridget, Aaron e Jonh comparecem à festa. Mais tarde no apartamento de Dick, ele e Bridget se beijam. Na mesma noite, “Nite-Wing” ataca Rick Noone. No dia seguinte, Dick encaminha seus papéis para conseguir um emprego como recruta. Infelizmente ele não recebe boas notícias. Entrementes, o Chefe Redhorn repreende duramente Ryerstad pelo seu atentado contra Rick Noone e nomeia Marc Arnot inspetor, para poder usa-lo em benefício próprio. Á noite Dick se comunica com Oráculo e pede a ela que investigue Marc Arnot, por suspeitar de suas intenções no departamento. Em outra parte da cidade, Desmond liga para o chefe Redhorn para que ele descubra quem é o responsável pela morte de Rick Noone. Sempre esguio, Redhorn promete ao gângster que descobrirá algo. Asa Noturna chega ao apartamento de Bendel-White, um dos associados da Intergangue. Ao que parece a quadrilha quer estender seus domínios até Blüdhaven. Sorrateiramente ele entra no apartamento e encontra “Nite-Wing”. Os dois discutem e são surpreendidos por Dudley Soames, vulgo Torque, ameaçando-os com um poderoso explosivo. “Improper Angles” (NIGHTWING #43) começa de maneira explosiva com Asa Noturna salvando “Nite-Wing”. Dick pega Ryerstad e se joga com ele em um cofre, segundos depois do apartamento de White explodir. Quando os dois conseguem sair do cofre, eles encontram a polícia de Blüdhaven às portas do edifício. Entrementes, na mansão de Desmond, ele discute com Cisco Blaine sobre essa nova guerra entre gangues e resolve interrogar o novo morador de sua mansão: Grimm, um habitante de Gorilla City. Ele pergunta ao símio onde fica a cidade, com o intuito de invadi-la para conseguir um novo coração. Grimm diz a Desmond que a cidade fica na África e que ele levará o gângster até lá. De volta ao local da explosão, Asa Noturna escapa com Nite-Wing do cerco da polícia, em meio a uma chuva de balas. Durante a fuga, Dick lhe diz que isso tudo foi uma cilada e o garoto logo percebe que foi enganado pelo Chefe Redhorn. No departamento, Redhorn é informado pelo líder da SWAT que os dois vigilantes escaparam. Asa Noturna tenta convencer Tad a desistir de ser um vigilante, mas o garoto não aceita. Percebendo o potencial de Ryerstad, Asa Noturna marca um novo encontro com ele na próxima noite. Tad vibra. Durante o dia, a polícia de Blüdhaven liderada pelo Detetive Adaad, um dos pouquíssimos policiais honestos da cidade, investiga o local da explosão. Ao que tudo indica o corpo encontrado nos escombros é o de Bendel-White. Dick reencontra Bridget, mas depois de uma conversa os dois decidem serem apenas bons amigos. À noite Asa Noturna vai ao encontro de Nite-Wing para ensinar alguns truques a seu novo parceiro. Enquanto isso no esconderijo de Soames, o ex-polical interroga...Bendel-White!! Um outro corpo foi deixado lá para despistar as autoridades. Ele faz uma proposta ao advogado para seus “clientes”: deixa-lo comandar Blüdhaven como uma espécie de “embaixador” dos negócios da Intergangue. Em “The Stalkers” (NIGHTWING #44), Nite-Wing invade o apartamento do Chefe Redhorn para acertar velhas contas. Entre trocas de insultos, tiros e alguns hematomas, Nite-Wing obriga Redhorn a lhe entregar os outros arquivos sobre o Arrasa-Quarteirão que ele possui. Sem ter o que fazer, ele aceita. Enquanto isso, na Mansão de Desmond, ele contrata um expert em computação para encontrar Oráculo, por causa da sua intromissão e conseqüente sabotagem nos seus negócios. De volta ao apartamento de Asa Noturna, Oráculo se comunica com ele para passar as informações que ela conseguiu sobre Marc Arnot. Parece que o novo inspetor da cidade além de possuir uma extensa ficha criminal é casado com a filha de um importante gângster de Gotham. Entrementes, Soames consegue uma “entrevista” com os “clientes” de Bendel-White. Asa Noturna se encontra com Nite-Wing que lhe dá os arquivos de Roland Desmond. Após uma rápida conversa, Asa Noturna resolve ir atrás do próprio Arrasa-Quarteirão para confrontá-lo. No caminho, os arquivos são enviados para Bárbara por precaução. Na mansão de Desmond, Asa Noturna e Nite-Wing confrontam o gângster e Cisco Blaine. Contudo, Grimm surpreende os dois e os coloca a nocaute. Feliz o Arrasa-Quarteirão diz a Grimm que Asa Noturna poderá ajudá-lo a encontrar Oráculo. :: The Hunt for Oracle Ao que tudo indica, Oráculo atrapalhou muitos dos negócios do Arrasa-Quarteirão e agora ele a quer morta. Dicas sobre a investida do chefão contra a hacker mais perigosa do universo DC começaram a surgir na edição anterior. E agora a caçada começa para valer. A primeira parte da saga, “To the Slaughter” (NIGHTWING #45), inicia com Asa Noturna sendo interrogado por Roland Desmond sobre quem, ou o quê, é Oráculo. Ele se recusa a revelar e o gângster diz a seus homens para que extraiam alguma informação dele, a qualquer custo. Desmond pede a Grimm que enquanto os seus homens interrogam Dick, ele faça o mesmo com Nite-Wing. Cisco Blaine pergunta ao Arrasa-Quarteirão o que ele fará se Asa Noturna for morto no interrogatório. Com um sorriso cínico, Roland responde que nesse caso ele terá que recorrer à “ajuda” de outro vigilante. A ação muda para um velho depósito, com a Canário Negro sendo perseguida por Brutale e Lady Vic. Usando de muita destreza ela dá cabo dos dois e durante a fuga se comunica com Oráculo, para lhe informar que alguém está tentando descobrir a sua verdadeira identidade. De volta à mansão de Desmond, ele apresenta a Cisco Blaine seus novos contratados: Rata e Giz, “ex-parceiros” da Mulher-Gato. Hackers quase tão bons quanto Bárbara, para os quais nenhum sistema é infalível. Simultaneamente, Asa Noturna segue sendo torturado pelos homens de Desmond, Dinah continua a sua fuga e Rata e Giz prosseguem a sua caçada por Oráculo via web. Os dois hackers dizem a Desmond que podem achar a localização exata do esconderijo de Bárbara e continuam a rastrear o seu sinal a caminho de Gotham. Desmond, Rata e Giz seguem para Gotham. Ele manda Cisco alertar suas equipes para o caso do esconderijo de Oráculo ser encontrado. Além disso, se Asa Noturna não cooperar ele deverá ser eliminado. Cisco concorda. No interrogatório, Dick consegue revidar e no momento em que os seus torturadores se preparam para lhe aplicar um novo “método”, ambos são mortos a tiros. Cisco Blaine mata os dois e revela a Asa Noturna que na verdade ele é um agente federal disfarçado para destruir Roland Desmond. Na segunda parte, “The Noose” (BIRDS OF PREY #20), novamente se vê a Canário Negro tentando escapar de Lady Vic e Brutale, ao mesmo tempo em que mantém contato com Oráculo. Ambas estão com problemas: Dinah tem que enfrentar dois dos associados do Arrasa-Quarteirão, enquanto que Bárbara precisa cobrir os seus rastros na web. Ela consegue despistar Rata e Giz e dá uma localização errada para os dois. Quando o Arrasa-Quarteirão manda uma de suas equipes, liderada por Stalion, para o local, eles se deparam um ponto de encontro de uma das gangues de Gotham. Em plena floresta, Canário Negro inicia um confronto contra Lady Vic e Brutale. Sem maiores problemas ela os vence e pergunta a Brutale quem está por trás disso. O assassino confessa, pouco antes de Lady Vic se recuperar e nocautear Dinah com outro de seus “brinquedos”. Na mansão de Desmond, Blaine solta Asa Noturna e lhe diz que ele é um agente do FBI disfarçado para destruir Desmond. Bastante ferido, Asa Noturna pede a ele que solte Nite-Wing enquanto ele busca os arquivos com informações sobre os negócios do Arrasa-Quarteirão. Na limusine, Desmond se enfurece com o fracasso dessa primeira investida ao esconderijo de Oráculo e ameaça Rata e Giz. Novamente a caçada recomeça. Mais tarde, Oráculo se comunica com Canário Negro, que se encontra amarrada. As duas discutem sobre essa investida do Arrasa-Quarteirão e Bárbara pergunta a Dinah se ela pode voltar a Gotham. Nesse mesmo instante, Canário Negro percebe que está num jato particular. Rata consegue rastrear essa última mensagem de Oráculo para Canário Negro e descobre o seu esconderijo em uma base naval de Gotham. Em Blüdhaven na mansão de Desmond, Nite-Wing ataca Cisco, sem saber que ele é um federal e o espanca. Dick se comunica com Robin e pede sua ajuda. Quando Nite-Wing encontra Dick ele diz que matou Cisco Blaine. Asa Noturna se enfurece. A terceira parte, “The Dying Hours” (NIGHTWING #46), inicia com Asa Noturna brigando com Tad. Nesse mesmo instante, Grimm reaparece e enfrenta Asa Noturna e Tad ao mesmo tempo. Usando o taser em seu traje, Dick consegue atacar Grimm, momentaneamente. Ele tenta convencer Tad a se entregar à polícia e também a desistir da vida de vigilante. Nite-Wing se recusa e foge, deixando Dick sozinho com Grimm, que acabava de recobrar os sentidos. De volta à limusine de Roland Desmond, Rata e Giz continuam rastreando Oráculo pela web e ao mesmo tempo a própria envia sinais para confundi-los. Grimm ataca novamente Asa Noturna. Quando ele se prepara para desferir-lhe um golpe, é atingido por um disparo de tranqüilizante. Dick se vira para a direção do tiro e encontra Robin e Alfred, armado com uma arma de tranqüilizantes. Rapidamente os três entram numa van e seguem para Triconer para encontrar Bárbara antes do Arrasa-Quarteirão. Enquanto isso no jato de Desmond, Dinah consegue se soltar e salta de pára-quedas do jato, sendo perseguida por Lady Vic...em queda-livre. Ao se encontrarem, as duas travam uma luta em velocidade terminal. Dinah nocauteia Lady Vic e minutos mais tarde entra em contato com Oráculo, que fica feliz em saber que a amiga está viva. A Canário Negro a informa que ela está indo ao seu encontro. Na ponte Westward, em Gotham, Asa Noturna, Robin e Alfred são atacados por outra equipe do Arrasa-Quarteirão liderada por Thrilldevil, outro contratado do chefão. Sem nenhuma defesa na van, Asa Noturna sobe no teto do carro e, desviando dos disparos da metralhadora na moto de Thrilldevil, ele se joga de encontro aos criminosos, segundos antes da moto perder o controle e cair da ponte. De volta a Roland, Rata e Giz finalmente encontram o esconderijo de Oráculo em um submarino numa velha base naval em Tricorner. Na quarta e última parte, “The Deep” (BIRDS OF PREY #21), Roland Desmond reúne todas as suas equipes, que ainda estão de pé, no submarino para dar início à busca por Oráculo. Calmamente, tanto os “tenentes” do Arrasa-Quarteirão, quanto os seus homens entram no submarino. Para a sua infelicidade, eles encontram várias defesas e armadilhas dentro dele, sendo acionadas pela própria Oráculo que observa a todos nos monitores. Após algumas armadilhas bem “levinhas”, alguns dos homens de Desmond ativam uma nova armadilha que culmina numa explosão. Resultado? O local, e conseqüentemente o próprio submarino começam a encher d’água comprometendo toda a operação. Na ponte Westward, Robin e Alfred encontram Asa Noturna ferido e de longe presenciam as explosões no submarino de Bárbara. Enquanto as equipes uma a uma começam a abandonar o submarino, Oráculo começa a derrubar, com os seus truques, um a um os homens do Arrasa-Quarteirão que permaneceram dentro do submarino. Ao mesmo tempo, se comunica com Dinah pedindo-lhe que se apresse por causa do tempo e da água que começa a levar a pique o submarino com ela dentro. Fora dele, todos os homens do Arrasa-Quarteirão conseguem sair e encontram seu chefe desesperado para saber se algum deles viu Oráculo. Na escuridão dentro do submarino nenhum deles conseguiu uma boa imagem da hacker. Prestes a se afogar Bárbara é salva pela Canário Negro que a encontra próxima a uma saída do submarino. É a primeira vez que as duas se encontram pessoalmente. Vendo que a amiga está ferida, Dinah a leva para um depósito próximo ao submarino. Percebendo isso, Desmond e seus homens cercam o depósito e exigem que ela se entregue. Contudo é Dinah quem se entrega sendo levada por Desmond e seus homens. Minutos mais tarde, Dick, Tim e Alfred encontram Bárbara no depósito se culpando sobre o que aconteceu a Canário Negro. Em “The Quarry” (NIGHTWING #47), Patrick Zircher de “Birds of Prey” assume os desenhos no lugar de Greg Land. Nessa história, Asa Noturna retorna a Blüdhaven e participa do funeral de Cisco Blaine, cujo verdadeiro nome é Ronnie Houston. Ao voltar para a cidade, Dick descobre que o Chefe Redhorn desapareceu e que Mac Arnot agora é quem dá as ordens no departamento de polícia. Enquanto isso, Torque continua a sua investida silenciosa no submundo de Blüdhaven. Com uma ajuda de Oráculo, Asa Noturna localiza o apartamento de Tad. Ao reencontrar Nite-Wing, Asa Noturna o enfrenta e deixa o garoto amarrado após fazer uma rápida ligação para a polícia, que estava desesperada para encontrar o assassino do agente federal. Tad jura que na próxima vez que ele encontrar Asa Noturna ele será um homem morto. “The Sylph 1a. parte: Slender Thread” (NIGHTWING #48), o FBI interroga Tad. Torque descobre o desespero de Desmond à procura de um novo coração e decide não matá-lo como ele pretendia. Bridget começa seus estudos e Dick consegue uma nova posição dentro do departamento de polícia. Á noite durante a sua patrulha, Asa Noturna encontra com Sylph, uma mulher envolta em um estranho produto sintético, logo após ter matado um importante empresário por estrangulamento com o produto. Ao notar a presença de Asa Noturna ela escapa com a ajuda desse sintético e deixa um pouco dele para trás. Em “Dangled” (NIGHTWING #49), Asa Noturna investiga quem é Sylph na verdade e o que é aquele estranho sintético. Ele pede a Lucius Fox que descubra o que puder sobre o produto com a desculpa de querer investir um pouco nele. De volta à Central, Dick conhece a Sargento Amy Rohrbach, que está convencida de que Dick faz parte da corrupção do departamento. Ele deverá iniciar um treinamento com a Sargento. Ao entrar na sua sala, Mac Arnot encontra Dudley Soames o ameaçando com uma enorme arma. Mais tarde, Asa Noturna descobre o dono da patente do estranho sintético de Sylph e também, que todos os outros foram assassinados pela sua filha por terem roubado o produto. Dick localiza o último homem na lista de Sylph a tempo de encontra-la prestes a sufoca-lo com o produto. Ele consegue detê-la. Durante a fuga, a sua própria arma a ataca quebrando o seu pescoço. Depois de uma noite com pouquíssimas horas de sono, Dick é acordado pela Sargento Rohrbach chamando-o por causa de uma situação com reféns na Central. NIGHTWING #50 (“Big Guns”), uma edição superespecial com 38 páginas comemorando os 50 números da revista, mostrou o ex-inspetor Dudley Soames com vários reféns na Central de Polícia ameaçando-os com uma poderosa arma dada pela Intergangue. Dick chega ao local e se oferece para entrar no prédio. Dentro da DP ele troca o uniforme da polícia pelo de Asa Noturna e enfrenta Torque. Durante a luta ele empurra Arnot pela janela e Asa Noturna consegue salvá-lo. Aproveitando essa distração, Torque aciona a poderosa arma provocando uma explosão, logo após ter sido derrubado por Darren, chefe do Esquadrão de Polícia. Asa Noturna consegue sobreviver à explosão, para desgosto de Darren. Torque é levado para prisão onde reencontra Tad, agora seu companheiro de cela e Amígdala como guarda da prisão. Por fim Darren percebe que há algo estranho em Dick e decide ficar de olho nele. NIGHTWING #51 (“Tad”) nos mostrou a origem de Tad Ryerstad. Da infância problemática, passando pela sua adoração a heróis dos quadrinhos como o General Glória, terminando nos dias atuais, na sua cela escrevendo um diário onde ele jura que na próxima vez em que encontrar o Asa Noturna, ele será um homem morto. :: Comentário: Após a sua participação em Terra de Ninguém, a Abril voltou a publicar “Nightwing” começando pelo número 54 em Batman Premium #19 em Janeiro de 2002. A essa edição vieram os números 55 (Batman Premium #20/fevereiro 2002), 56, 57 e 58 (Batman Premium #21/março 2002), onde o nosso herói enfrenta um novo vilão: Shrike. Uma excelente história. Grandes lutas, velhos ajustes de contas, um pouco de romance, com a participação especial de Oráculo e Canário Negro. Indispensável a todos os fãs do Asa Noturna. Um dos acertos da editora, por publicar essa história, apesar de deixar alguns fãs confusos, por ver Dick com uma nova vida já estruturada em Blüdhaven. Ao confronto com Shrike se seguiu Nightwing #53, como um dos capítulos da saga “Policial Ferido”, publicada em Batman Premium #22 (abril de 2002). E por fim em Batsquad #02 (maio/2002) foi publicada Nightwing #52. :: Voltando às importadas... Em “Where’s Fred Minh?” (NIGHTWING #59), Dick resolve procurar por Fred Minh, suposto chefão do tráfico de drogas de Blüdhaven. Desde a sua chegada na cidade que ele não encontrou o gângster. Asa Noturna inicia uma investigação em Blüdhaven para tentar descobrir o seu paradeiro. De todos os lugares visitados, de todas as pessoas interrogadas, Asa Noturna recebeu a mesma resposta: ninguém sabe de nada. Decidido a descobrir a verdade, Dick invade a casa de Minh e no porão da casa ele descobre vários bebês sendo cuidados com equipamentos médicos caríssimos. Asa Noturna suspeita que eles deverão ser vendidos como mercadoria, assim como as drogas até ser confrontado pela Senhora Minh. Ela diz que os bebês são dela, os embriões que Dick salvou dos Caras-Falsas logo que chegou na cidade. Os bebês são tudo o que restaram do marido para manter o seu império vivo. Ela confessa a Dick que matou seu marido, por ele ter começado a fraquejar no negócio de drogas de Blüdhaven. Além disso, a senhora Minh diz a Asa Noturna que apesar do débito por ter salvado seus bebês, na próxima vez que ele invadir a sua casa ela o matará. Ele parte pensando no quanto Blüdhaven continua a surpreendê-lo. :: Comentário: A partir do número 60, a Panini começou a publicar as histórias do Asa Noturna como um complemento para a revista Batman. Entretanto diferente da maravilhosa fase desenhada por Greg Land, com histórias superbacanas de Chuck Dixon, tais como o episódio da Terra de Ninguém e o confronto com Shrike, a Panini pegou o título numa fase terrível... Nighwing foi publicado pela editora do número 60 ao 69, com exceção do 64. Nessa fase Chuck Dixon permanecia como escritor regular e até nos mostrou histórias boas, entretanto o seu desgaste no título era visível. Afinal foram quase seis anos como escritor de Nightwing. E para piorar a situação estreava um novo desenhista: Trevor McCarthy. Primeiramente os roteiros. Dixon até nos mostrou bons momentos como o episódio da saga “Joker: The Last Laugh”, a rebelião em Lockhaven e a participação do herói nas sagas “Bruce Wayne: Assassino?” e “Batman - Bruce Wayne: Fugitivo”. Entretanto era visível o cansaço de Dixon e a sua falta de idéias. Em relação aos desenhos, a situação era pior. Para um título que já contou com Scott McDaniel e Greg Land, ver os rabiscos de Trevor McCarthy era de doer. Não é à toa que os fãs pediram que tirassem ele de Batman. No especial Batman - Bruce Wayne: Fugitivo #01, algumas páginas de Nightwing #68 e 69 foram cortadas por não terem nenhuma ligação com a saga. Em “Tempo e Movimento” (NIGHTWING #68) Tad e Dudley têm uma terrível discussão que termina com tiros sendo disparados. E Hella, outra vilã criada especialmente para o título, retorna à procura da localização de Lunchmeat Deever. Por fim, em “Entradas e Saídas” (NIGHTWING #69), dois policiais corruptos tentam matar a Sargento Rohrbach, mas quem acaba mal são eles. :: Uma história de Natal Em “On a Christmas Evening” (NIGHTWING #64), Dick descobre uma tradição da polícia de Blüdhaven: responder as cartas das crianças para Papai Noel que moram nas zonas carentes da cidade. Ele pega uma carta de uma criança que simplesmente pede um emprego ao bom velhinho para seu pai, para que este não cometa mais nenhum crime. Dick decide fazer o possível para ajudar. Após uma investigação ele descobre que o pai está trabalhando com venda de drogas. Após uma “negociação” com os patrões do homem, como Asa Noturna, ele consegue um emprego para o pai da criança como superintendente do prédio onde mora. :: O fim da era Chuck Dixon Justiça seja feita: Chuck Dixon diverte! Com regrinhas básicas, tal como a primeira página da história ser uma imagem violenta, Dixon nos divertiu como escritor regular de muitas aventuras do Batman, Birds of Prey e de outros mais por anos. E Asa Noturna não foi uma exceção. Com a (inestimável!) ajuda de Scott McDaniel, Dixon consolidou a vida de Dick Grayson em Blüdhaven dando-lhe toda uma riqueza que muitas vezes se rivalizou com a do próprio Batman. Infelizmente, nas suas últimas edições, o que se viu foram histórias repetitivas e muito fracas. Em meados de 2002, Chuck Dixon deixou de ser um artista regular de muitos dos títulos da DC para se dedicar, na sua grande maioria, a projetos pessoais. Assim, em NIGHTWING #70, com a arte de William Rosado, Dixon se despediu do herói de Blüdhaven. Em “Dangled”, Hella e Asa Noturna chegam ao deserto do Arizona. A vilã quer acabar com a vida de Lunchmeat Deever, o ex-criminoso de Blüdhaven agora sob os cuidados do programa de proteção às testemunhas. Entretanto, Asa Noturna pretende fazer de tudo para impedí-la. Apesar do esforço de Dick, Deever morre pelas mãos de um ex-empregado seu dos tempos de gângster. :: Um novo começo Com a saída de Chuck Dixon e de Trevor McCarthy (graças a Deus!), Devin Grayson (Gotham Knights) e Rick Leonardi (Birds of Prey) assumiram o título. Algumas mortes, retorno de velhos conhecidos a Blüdhaven, chegada de alguns novos e uma saga muito elogiada pelos fãs que vem sendo chamada de “A queda de Asa Noturna”. Vamos esperar e torcer pela sua volta às paginas dos quadrinhos aqui no Brasil. Bem...é isso! Eu espero que todos tenham se divertido com essa matéria assim como eu me diverti em montá-la. Primeiramente eu gostaria de agradecer ao Fábio “Inumano” Ribeiro pelo convite para participar de algo tão legal que é o HQ Maniacs e ao meu amigo Dênis, que me forneceu informações sobre a carreira de Asa Noturna nos Titãs, enriquecendo e muito essa matéria. Até a próxima!
  facebook


Nightwing #52
Nightwing #55
 
Tags :



 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil