MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
27/09/2006
MATÉRIA: HEROES - HERÓIS NA VIDA REAL
 
 
Heroes
 
 
Peter Petrelli
 
 
Nathan Petrelli
 
 
Claire Bennet
 
 
Niki Sanders
 
 
Isaac Mendez
 
 
Hiro Nakamura
 
 
 



Houve uma época em que seriados sobre pessoas com poderes (e falo de qualquer tipo de poder) não eram bem vistos pelas emissoras dos Estados Unidos. Com o tempo (e séries como Buffy, Charmed e Smallville), as coisas mudaram. O Aquaman quase ganhou sua própria série, chamada Mercy Reef.

A rede NBC decidiu arriscar com o lançamento de Heroes. Ao contrário das outras séries, que misturavam ação com relacionamentos entre personagens, em Heroes o relacionamento será criado através da ação, o que já traz uma premissa diferente.

É interessante ressaltar que um dos envolvidos com a série é o veterano Jeph Loeb, escritor e roteirista responsável por diversos trabalhos nos quadrinhos como Batman: O Longo Dia das Bruxas, Superman: As Quatro Estações, Homem-Aranha: Azul, Demolidor: Amarelo, entre outros, além de também ser o roteirista contratado para os volumes 3 e 4 de The Ultimates (Os Supremos, no Brasil).

Para as telas, Loeb foi o co-roteirista de Comando para Matar (Comando, de 1985, estrelado por Arnold Schwarzenegger), O Garoto do Futuro (estrelado por Michael J. Fox) e A Ladrona (estrelado por Whoopi Goldberg). Para a tevê, Loeb é um dos consultores em Lost e Smallville, a série que conta as aventuras do jovem Clark Kent, onde também escreveu alguns episódios. O escritor também é o responsável pelo rascunho da adaptação para as telonas de The Spirit, criação do mestre Will Eisner, que terá roteiro e direção de Frank Miller (Batman: O Cavaleiro das Trevas, Sin City), com filmagens previstas para meados de 2007.


:: O PILOTO

O episódio-piloto de Heroes foi liberado pela NBC na internet, e logo muitas pessoas já sabiam do que se trata a série.

“A sua própria imagem”, trecho bíblico que dá nome ao episódio, começa com um homem no topo de um prédio, analisando sua vida. Ele pula, para então vermos que tudo não passava de um sonho de Peter Petrelli, um enfermeiro que é irmão de um político, Nathan, em campanha. Petrelli, através de Simone Deveaux, neta do homem que é seu paciente, conhece Isaac Mendez, um pintor viciado.

Logo em seguida somos apresentados a Mohinder Suresh, professor universitário que descobre que o pai, também professor, morreu como taxista em Nova York, assassinado. Em Tóquio temos Hiro Nakamura, um aficcionado por gibis (e não só mangás, já que ele cita X-Men) que acredita poder parar o tempo. Em Las Vegas conhecemos Niki Sanders, que faz striptease através de um site na internet para ganhar a vida. E, por fim, é apresentada Claire Bennet, uma líder de torcida de colegial.


:: A HISTÓRIA
Peter Petrelli
acorda de seu sonho e decide ir encontrar o irmão na sede de sua campanha. Os dois descobrem que a mãe deles foi presa, e vão soltá-la da cadeia. Após discutirem por Nathan (o irmão) não acreditar nos sonhos de Peter em que poderia voar, o enfermeiro decide testar seu sonho, pulando de um prédio. Nathan tenta salvá-lo e descobre que ele é quem pode voar. A cena final aparentemente mostra os dois voando, algo que pode ser também interpretado como Nathan segurando Peter.

Claire Bennet está com um colega de colégio, que leva uma câmera de vídeo. Ele grava Claire pulando de uma grande altura e levantando sem problemas. A moça arruma os ossos do braço, do pescoço, e coloca as costelas no lugar. Seus ferimentos fecham logo em seguida. Após os dois conversarem sobre Claire ignorar o rapaz na escola, eles se deparam com bombeiros tentando apagar um pequeno incêndio pra salvar um caminhoneiro. Claire enfrenta o fogo e salva o caminhoneiro, sem sofrer uma queimadura sequer. Ela vai pra casa sem contar nada para a mãe.

Niki Sanders deixa o filho na casa da irmã depois que mafiosos invadem sua casa. Ela volta para casa para buscar algumas coisas e acaba sendo presa pelos mafiosos, que decidem filmar Niki se despindo. A moça apaga, e quando acorda, os dois mafiosos estão mortos. Ela decide levar a câmera, e nota que seu reflexo no espelho sorri.

Isaac Mendez é visitado por Simone e por Peter, e mostra suas pinturas de um eclipse solar, e da mesma Simone chegando em sua casa, exatamente como ocorreu. Ele atribui isto a devaneios resultantes de seu vício.

Peter decide pegar um táxi, dirigido pelo taxista Mohinder Suresh, que decidiu descobrir quem matou seu pai. Porém, depois aparece uma pessoa em seu táxi com várias informações pessoais sobre o motorista e sobre seu pai, e ele fica assustado.

Hiro Nakamura constantemente é desacreditado por seu colega, até um momento em que está no trem e, se concentrando, faz o tempo parar e começar a voltar. Ao piscar os olhos, vê que se teleportou para Nova York, exatamente para a Times Square, uma das mais movimentadas e icônicas avenidas da cidade.


:: OS PODERES
Sutilmente é explicado o que eles possuem em comum: graças a um eclipse, ganharam poderes. Superpoderes.

Isaac Mendez, o pintor, não sabe de seu poder, mas pode prever o futuro através de suas pinturas.

Niki Sanders, a stripper, tenta fugir com seu filho dos mafiosos, e nem desconfia de que possui a habilidade de criar uma espécie de “persona psicótica” através de espelhos.

Claire Bennet, a chefe de torcida, descobre possuir um tipo de mistura de invulnerabilidade e fator de cura. Com isso ela pode pular de grandes alturas ou enfrentar fogo que os ferimentos se fecham e curam, quando ocorrem.

Hiro Nakamura, mesmo desacreditado por seu colega de serviço, descobre que realmente pode parar o tempo e se teleportar.

Se somente isso fosse o suficiente, o episódio não diz quais os possíveis poderes de Mohinder Suresh, Peter Petrelli (apesar de poderem ser iguais aos do irmão) e de Simone Deveaux.

A constar: este episódio ignora completamente Matt Parkman, personagem descrito pela emissora como um policial que pode ler mentes.


:: O QUE ESPERAR DE HEROES
A conclusão que se pode chegar, vendo este piloto, é que Heroes é uma série que pode render muito, já que o eclipse é o ponto crucial para unir os personagens de diversas maneiras: através dos poderes e de uma possível ligação que começa a ser traçada.

É interessante notar que a mídia está cada vez mais dando espaço ao gênero de heróis e supers, tratando o trabalho de forma séria e profissional.


  facebook


Simone Deveraux
Matt Parkman
 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil