MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
30/04/2008
REVIEW - CINEMA: HOMEM DE FERRO
 
 
Homem de Ferro
 
 
Tony Stark
 
 
 
 
 
 
Obadiah Stane
 
 
Pepper Potts
 
 
Jim Rhodes
 
 
 



Pela primeira vez o Marvel Studios produz de modo ativo uma adaptação de um herói da Marvel para os cinemas. Claro, é de se esperar um ótimo filme, nem que seja somente para provar a capacidade do estúdio. E Homem de Ferro é nada mais, nada menos do que isso mesmo!

Alardeado como um dos maiores filmes do ano, Homem de Ferro consegue a façanha de ser um filme agradável tanto aos leitores fãs do personagem quanto a quem vai ao cinema apenas para ver um filme de ação.

O DIRETOR
Jon Favreau não é um total desconhecido para quem é fã da Marvel, já que interpretou Foggy Nelson no filme do Demolidor. A exemplo deste papel, o maior medo de muita gente, quando ele foi anunciado como o diretor de Homem de Ferro, foi justamente o fato dele estar habituado a dirigir comédias, bem como a atuar em papéis cômicos.

Embora justificável, tal preocupação se provou sem propósito, já que a veia cômica do diretor ajuda bastante no ritmo do filme. Num primeiro momento, tal afirmação pode parecer estranha, mas, vendo o filme, logo se nota que é verdadeira. Favreau equilibra com maestria a diversão e a ação, tornando a película ao mesmo tempo divertidíssima e empolgante.

O único porém é sua participação infelizmente pequena atuando no papel de Happy Hogan, o clássico segurança de Tony Stark. Espera-se que sua atuação se expanda nas vindouras continuações.
 
O HERÓI
Inúmeros atores foram cogitados para o papel do Homem de Ferro, incluindo Nicolas Cage, que tenta praticamente todo papel numa adaptação de quadrinhos. Ao fim, foi feita uma escolha mais do que certa.

Robert Downey Jr. O ator encarnou perfeitamente Tony Stark, levando a interpretação bastante a sério, encarnando o personagem e suas atitudes até mesmo em entrevistas.

Tudo o que formou o personagem está presente, tornando essa mais uma das adaptações (ao lado de Homem-Aranha, por exemplo) que respeita o protagonista ainda mais do que as próprias HQs atuais do herói.

Stark é extrovertido, se diverte (e bebe, é claro!) mais do que deveria, consegue todas as mulheres, é um gênio e um milionário. O efeito de sua transformação em Homem de Ferro consegue ser convincente o bastante.

Em sua encarnação blindada, o herói mantém os recursos mais famosos e um visual incrível e fiel, nas três versões da armadura, sendo que a do meio pode ainda guardar algumas surpresas futuramente.

Vários detalhes do desenvolvimento dos trajes são revelados, alguns até minuciosamente, e há uma preocupação em criar movimentos, como no vôo, que sigam ao menos os princípios da física, sem exageros, é claro, afinal é preciso extrapolar na criação de um super-herói.

O VILÃO
Jeff Bridges
sempre foi um ator excelente, e continua o sendo. Sua atuação como Obadiah Stane reúne todos os elementos do vilão industrial, clichê dos quadrinhos que se mantém atual há anos. Stane é o braço-direito de Tony (e antes dele, de seu pai, Howard Stark), ao contrário dos quadrinhos, onde era um industrial adversário de Tony.

Mas suas motivações continuam as mesmas: dinheiro, poder e o prazer de eliminar Stark e conquistar tudo que é seu, incluindo sua empresa (que apresenta algumas instalações idênticas às dos quadrinhos dos anos 70 e 80).

O Monge de Ferro, sua identidade vilanesca, é ainda mais impressionante do que nos quadrinhos, literalmente um gigantesco monstro de metal. A escolha do personagem como vilão do filme causou estranhamento, tendo em vista que ele teve vida curta nos quadrinhos, ainda mais se considerarmos sua carreira como Monge de Ferro, que durou apenas uma edição.

A verdade é que foi uma escolha bem consciente e acertada, pois tudo se encaixa muito bem na trama e mantém o clima (que nunca devia ter sido posto de lado nos quadrinhos) de competição corporativa, fio condutor de algumas das melhores histórias do personagem.

OS DEMAIS PERSONAGENS
Como se não bastasse uma produção de primeira, Homem de Ferro tem também um elenco escolhido a dedo, onde todos os atores interpretam com afinidade seus papéis, constituindo um dos melhores grupos já reunidos numa adaptação de quadrinhos.

Gwynet Paltrow, ainda mais linda que o normal, é Pepper Potts, a pessoa em que Tony mais confia na vida, e que cuida de todos seus interesses. Acostumada a comédias românticas, a atriz não precisou se esforçar muito quando o assunto foi o quase romance com seu patrão. Mais do que um rosto lindo e um nome importante no filme, ela foi importante para o desenvolvimento do enredo.

Terrence Howard é o Jim Rhodes perfeito, principalmente em suas discussões com Tony, que remetem os fãs das HQs ao período em que Rhodes foi o Homem de Ferro, sempre tentando fazer com que seu amigo alcoólatra e inconseqüente tome consciência de seus atos.

Yinsen, que salva a vida de Tony e o ajuda a construir sua primeira armadura, é vivido por Shaun Toub, criando um personagem muito superior ao original, afinal é aprofundado e ampliado seu papel como mentor de Tony, aquele que abre seus olhos para a verdade.

Stan Lee está presente mais uma vez em sua participação relâmpago, ao mesmo tempo sendo uma das mais curtas e mais engraçadas por conta de Tony o confundir com Hugh Hefner, o ilustre dono da Playboy.

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS
Essa é a parte onde devemos avisar a todos que não viram o filme a o verem antes de prosseguir. Tendo isso em mente, vamos lá.

Diversas participações especiais foram cogitadas em Homem de Ferro e, no fim das contas, a maioria delas não aconteceu de fato.

A mais falada nas últimas semanas foi a do General Ross (interpretado por William Hurt), numa cena junto de Tony, que serviria para ligar este filme com O Incrível Hulk e para (talvez) preparar terreno para uma produção estrelada pelos Vingadores. Bem, a cena existe, mas ao contrário do que alguns divulgaram, ela faz parte apenas do filme do Hulk, não estando presente em Homem de Ferro.

A participação mais esperada era sem dúvida a de Nick Fury (Samuel L. Jackson), outra que também não ocorreu. Mas, espere um pouco... Jackson em pessoa confirmou em algumas entrevistas que gravou essa cena e há rumores de ela já foi inclusive dublada em alguns países. Aparentemente, haverá uma surpresa em breve para os fãs da Marvel. A cena existe, resta saber onde ela surgirá. Será no filme do Hulk? No DVD do Homem de Ferro?
ATUALIZAÇÃO: Com o filme nos cinemas, acabou-se descobrindo que a cena se encontra após os créditos, mas, para não estragar a surpresa, não foi exibida nas sessões de imprensa (jornalistas, vamos todos ver o filme novamente). O que importa é que nela Nick Fury informa Tony Stark sobre a iniciativa Vingadores!

A presença da SHIELD, a organização que Fury liderou por anos nos quadrinhos e que ironicamente hoje em dia é comandada justamente pelo Homem de Ferro, é mais abrangente durante o filme. Só não espere agentes de uniforme e cheios de apetrechos high-tech.

A Viúva Negra, que rumores indicavam que apareceria junto de Fury e que seria interpretada por Hilary Swank, também ficou de fora e não há nada que indique que o rumor era verdadeiro.

Mandarim e Máquina de Combate, dois personagens importantíssimos na mitologia do Homem de Ferro, têm pistas que apontam para participações nas continuações.

Rhodes até brinca que vestirá a armadura numa próxima vez. Já o Mandarim é representado pela organização militar Os Dez Anéis, uma citação mais do que óbvia. Vale lembrar que o diretor já deu a entender anteriormente que o vilão deverá dar as caras futuramente, quando seria revelado que ele é o homem por trás de todas as maquinações deste e dos vindouros filmes.

Elenco: Robert Downey Jr, Gwyneth Paltrow, Jeff Bridges, Terrence Howard, Shaun Toub, Leslie Bibb. Roteiro: Arthur Marcum, Mark Fergus, Matt Holloway, Hawk Ostby. Direção: Jon Favreau.

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil