MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
10/09/2010
REVIEW - CINEMA: SOLOMON KANE - O CAÇADOR DE DEMÔNIOS
 
 
Solomon Kane: O Caçador de Demônios
 
 
 
 
 
 
 
 


Solomon Kane
foi criado nos pulps pelo lendário Robert E. Howard em 1928, mas é pouco conhecido no Brasil, salvo algumas aparições em revistas em quadrinhos de Conan, o personagem mais famoso de Howard.

Como todas as criações de Howard, Kane só ficou conhecido do grande público muito depois da morte de seu criador, através de compilações de suas histórias e principalmente de quadrinhos publicados pela Marvel e Dark Horse Comics. Seguindo o caminho de Conan, o personagem chega agora aos cinemas com seu filme solo, Solomon Kane: O Caçador de Demônios (Solomon Kane), dirigido e roteirizado por Michael J. Bassett.

James Purefoy vive Kane, num desempenho competente, criando um personagem dividido. No início do filme, Kane é um soldado ganancioso e implacável que, ao descobrir estar condenado ao inferno, decide procurar por proteção e redenção na religião. Contudo, seu destino parece ser outro, já que é arrastado de volta à violência ao tentar proteger uma família que o ajudou. Se aproximando das terras onde nasceu, Kane descobre uma crescente e demoníaca ameaça comandada pelo feiticeiro Malachi (Jason Flemyng, bem apagado em seu papel), que usa o castelo de Josiah (Max von Sydow, repetindo pela milésima vez o papel do pai ou mentor de um herói), o pai de Solomon, como base.

Daí para frente, a trama segue um caminho bem simples, do tipo esperado neste tipo de produção de médio porte. Isso não seria problema algum, afinal, quem gosta dos filmes de Conan sabe que esses personagens se encaixam perfeitamente em histórias simplórias, que explorem bem suas habilidades e características. Porém,  Solomon Kane cai não só no simplismo, mas também na mesmice, e esse é seu único real defeito, apelando para um recurso narrativo mais do que manjado na formulação do vilão.

Com isso, um filme que tinha potencial de se tornar cult, quebra todo o bom ritmo criado. Mesmo assim, ele ainda é, em outros aspectos, um exemplo para as novas produções baseadas nos personagens de Howard e seus derivados.  Se o roteiro não é tão competente, o figurino, os cenários, a fotografia e as criaturas são muito bem trabalhadas, resultando num visual que se encaixa perfeitamente ao mundo de Kane.

Outro grande acerto, provavelmente motivado pelo baixo orçamento, foi o pouco uso de efeitos especiais, guardados para cenas onde são realmente necessários, assim não deixando nada artificial demais. Uma lição que poderia muito bem ser aprendida até mesmo pelos grandes estúdios.

Elenco: James Purefoy, Jason Flemyng, Max von Sydow, James Babson, Geoff Bell, Laura Baranik, Matthew Blood-Smyth, Brian Caspe, John Comer, Mackenzie Crook, Christian Dunckley Clark. Roteiro e direção: Michael J. Bassett.

Veja também:
Galeria de Imagens
Outras notícias sobre Solomon Kane e notas de produção

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil