MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
10/06/2011
REVIEW - CINEMA: KUNG FU PANDA 2
 
 
Kung Fu Panda 2
 
 
 
 
 
 
 
 


Críticos, profissionais e estudiosos do mundo do cinema costumam dizer que uma continuação quase nunca supera o original. É, sem dúvida, uma das afirmações mais furadas já vistas, como comprovam franquias como O Poderoso Chefão, Star Wars, Aliens e X-Men. Kung Fu Panda 2 chega agora aos cinemas para, se não juntar-se a esse grupo, ao menos chegar muito perto disso.

Já mais confiante em suas habilidades com o kung fu, o panda Po (Jack Black no original, Lucio Mauro Filho na dublagem brasileira) vive uma vida de herói (atrapalhado), sempre contando com a ajuda dos Cinco Furiosos e do Mestre Shifu (Dustin Hoffman). É quando ressurge uma ameaça do passado, o pavão Lorde Shen (Gary Oldman), com um plano para tomar toda a China e ainda destruir o kung fu. Tendo que provar mais uma vez ser um grande guerreiro, Po ao mesmo tempo começa a desvendar suas verdadeiras origens, tendo que superar um trauma de sua infância.

Enquanto o primeiro Kung Fu Panda, mesmo que com bastante ação, tinha como ponto principal a comédia, essa continuação deixa o humor de lado em vários momentos. Não, não é que não exista graça em nada, pelo contrário: o filme continua muito divertido, mas como Po já é aceito como o dragão guerreiro, há espaço para um amadurecimento maior do personagem, reforçado pelo seu drama pessoal. A animação se desenvolve como um bom filme de ação, melhor do que muitos que são de fato do gênero, com cenas dinâmicas e bastante empolgantes, fazendo jus ao estilo dos filmes de luta orientais.

A trama em si se torna menos infantil, mesmo que singela em alguns aspectos. As mudanças se refletem na trilha composta por Hans Zimmer e John Powell, quase o tempo todo em tom de filme de aventura, escapando a todo o momento do clima mais leve do primeiro filme.

O elenco de coadjuvantes original não tem muito espaço, com exceção de Tigresa (Angelina Jolie), essa sim mais desenvolvida do que no anterior. Entre os novos personagens se destacam a vidente Falamacia (Michelle Yeoh) – com boas tiradas em cima do estereótipo deste tipo de personagem, e Mestre Crocodilo (Jean-Claude Van Damme). Esse tipo de brincadeira – recrutar atores famosos por filmes de artes marciais – se acentua com esses personagens e deve se ampliar daqui em diante, afinal os produtores já brincam com a possibilidade de utilizar Chuck Norris na próxima continuação. Vale lembrar que o Macaco e a Víbora têm as vozes de Jackie Chan e Lucy Liu.

A dublagem nacional está apenas razoável. Acerta em cheio com alguns personagens, mas tira muito da graça e personalidade de outros. O próprio Po sofre com isso. Embora a voz de Mauro Filho se encaixe bem no protagonista, a adaptação de suas expressões muitas vezes simplesmente não funciona.

Por mais divertido que seja, Kung Fu Panda 2 só peca numa coisa: é curto demais, com apenas uma hora e meia de duração. E a sensação é de que menos tempo se passou, dado o ritmo frenético da aventura. Torçamos para que esse único defeito seja remediado no terceiro filme, que com certeza deve se aproveitar da gigantesca ponta deixada neste aqui.

Vozes originais: Jack Black, Dustin Hoffman, Gary Oldman, Angelina Jolie, Michelle Yeoh, Jean-Claude Van Damme, Jackie Chan, Lucy Liu. Roteiro: Jonathan Aibel, Glenn Berger. Direção: Jennifer Yuh.

Veja também:
- Galeria com mais de 40 imagens da animação
- Notas de produção do filme

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil