MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
09/12/2011
REVIEW - CINEMA: GATO DE BOTAS
 
 
Gato de Botas
 
 
 
 
 
 
 
 


Por um bom tempo o carro-chefe da Dreamworks, Shrek caiu em decadência a partir de seu terceiro filme, com piadas cada vez piores e adotando uma pieguice que originalmente era alvo de sátiras. Ainda assim, a franquia sobreviveu e isso foi ótimo, pois dessa forma a empresa teve a chance de se redimir com o spin-off Gato de Botas (Puss in Boots).

Introduzido no segundo longa de Shrek, O Gato de Botas pega a ideia original do personagem e mistura com um pouco de sátira do Zorro, o que é ideal, afinal a dublagem americana é feita por Antonio Banderas, que já viveu o herói por duas vezes nos cinemas. Agora em sua aventura solo, conhecemos suas origens e acompanhamos sua jornada para limpar seu nome e alcançar um sonho de infância.

Ao lado do Gato estão Humpty Dumpty (Zach Galifianakis) e Kitty Pata Mansa (Salma Hayek). Humpty cresceu no mesmo orfanato que o Gato, sempre arquitetando planos mirabolantes, sendo praticamente um irmão do Gato, até que um evento marcante os separou por anos. Já Kitty é uma habilidosa ladra que se torna alvo da atenção do Gato. O trio se une para encontrar as sementes de pé de feijão mágicas que os levarão até a gansa dos ovos de ouro.

Procurar um defeito em o Gato de Botas é uma tarefa árdua. Talvez o único seja a demora na realização, já que a Dreamworks levantava a possibilidade desde a estreia do personagem.  E toda a qualidade remete a essa época, resgatando o tom de humor e aventura ideais, sendo simplesmente divertido para as crianças, mas com um algo a mais para os adultos, com piadinhas mais sarcásticas mascaradas de modo que não estraguem a alegria da criançada, ao mesmo tempo em que provocam risadas nos adultos.

Com poucos personagens ganhando destaque, não há enrolação, e a fluidez só torna o filme ainda melhor. Mesmo que divertidíssimo, há até mais ação do que humor, resultando em cenas que usam muito bem o efeito 3D. Mas o humor não fica atrás - várias situações pagam tributo à cultura pop, seja com um incomum monstro gigante zanzando pela cidade ou com uma abertura que nos remete diretamente ao Zorro de Banderas. Outro item pensado para atingir o público adulto foi a brilhante escolha de Salma Hayek para o papel de Kitty, isso por que faz referência ao filme A Balada do Pistoleiro, onde ela e Banderas também formavam um par.

Diversão de primeira linha, Gato de Botas fecha muito bem um ano lotado de animações de qualidade, mais uma vez demonstrando que esse é de fato o forte da Dreamworks. E os elogios se estendem para o território nacional, pois a dublagem caiu perfeitamente nos personagens.

Vozes originais: Antonio Banderas, Salma Hayek, Zach Galifianakis, Billy Bob Thornton, Guillermo del Toro. Roteiro: Will Davies, Brian Lynch, David H. Steinberg, Tom Wheeler, Jon Zack, baseado no personagem criado por Charles Perrault. Direção: Chris Miller.

Veja também:
- Galeria com mais de 20 imagens do filme
- Notícias, vídeos e notas de produção de Gato de Botas

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil