MATÉRIAS/REVIEWS
 
  
 
17/05/2013
REVIEW - DVD: OS TRÊS PATETAS
 
 
Os Três Patetas
 
 
 
 
 
 
 
 


Um grande perigo ao qual toda releitura está sujeita é soar datada, com cara de coisa velha, capaz de agradar apenas aos saudosistas. E como os estúdios de Hollywood não são bobos nem nada e sabem muito bem desse risco, costumam direcionar esse tipo de produção justamente a quem pode apreciá-la com olhar nostálgico. Por isso, essa nova versão de Os Três Patetas deve agradar aos fãs dos filmes antigos, já que todos os elementos caros à série estão lá: tapas, pontapés, trapalhadas, confusões, momentos de ternura e tudo o mais que uma típica comédia pastelão exige.

No entanto, nem só de quarentões pra cima é feito o público-alvo deste filme. Os irmãos Farelly (Bobby e Peter, responsáveis por bem-sucedidas comédias, como Passe Livre; Antes Só do Que Mal Casado; O Amor é Cego; Eu, Eu Mesmo e Irene; Quem Vai Ficar Com Mary?; Debi & Lóide) também pensaram na criançada, e é evidente a preocupação em atrair essa faixa etária. O início do longa deixa isso bem claro, com músicas, cores e muitas crianças.

O filme começa com Moe (Chris Diamantopoulos), Larry (Sean Hayes) e Curly (Will Sasso) deixados em um orfanato enquanto bebês. Depois há a divertida história da infância dos três no mesmo orfanato, até que eles se tornam adultos e precisam encontrar uma solução para que o lugar que chamam de lar não seja fechado. As versões mirins dos patetas são hilárias e não poderiam ser melhores. Ponto positivo pros Farelly.

Ainda assim, é um filme de público restrito, que dificilmente agradará aos adolescentes de hoje, que pouco terão com o que se identificar. O mesmo vale para quem possui, digamos “gosto refinado” para humor, com gags cabeçoides e roteiro apurado. Os Três Patetas passa longe disso. É indicado a quem aprecia o humor dos palhaços de circo e desenhos animados, pra quem não cansa de rir com as eternas fórmulas apresentadas em Os Trapalhões, Chaves, Chapolin, O Gordo e o Magro e os maravilhosos filmes do genial Charles Chaplin.

A direção é cativante e há cenas “desleixadas” que conferem ainda mais nostalgia ao filme. A cena dos bonecos despencando do prédio é ótima! E as atuações de Diamantopoulos, Hayes e Sasso fazem jus aos personagens que permanecem no coração de várias gerações.

Se você puder se dar o prazer de assistir um filme com a cara do humor da primeira metade do século passado, provavelmente se divertirá bastante.

Elenco: Chris Diamantopoulos, Will Sasso, Sean Hayes, Sofía Vergara, Larry David, Jane Lynch, Jennifer Hudson. Roteiro: Mike Cerrone, Bobby Farrelly e Peter Farrelly. Direção: Bobby e Peter Farrelly.

Veja também:
- Galeria de imagens do filme
- Notícias, videos e notas de produção de Os Três Patetas
- Outros reviews e matérias

  facebook


 


 

Seções
HQ Maniacs
Redes Sociais
HQ Maniacs - Todas as marcas e denominações comerciais apresentadas neste site são registradas e/ou de propriedade de seus respectivos titulares e estão sendo usadas somente para divulgação. :: HQ Maniacs - fundado em 19.08.2001 :: Brasil